08Mar
2017

Com a participação de mais de 700 pessoas, Agrinho 2017 é lançado em MS

Evento foi marcado pela emoção de professores, autoridades e lideranças rurais

Cultivando saúde, colhendo qualidade de vida. Este é o tema do Agrinho 2017, lançado nesta quarta-feira (08), na sede do Sistema Famasul – Federação da Agricultura e Pecuária de MS, com a presença de mais de 700 pessoas dos 58 municípios participantes da iniciativa que é a de maior responsabilidade social do Senar/MS – Serviço de Aprendizagem Rural.

Estiveram presentes lideranças rurais, políticas, professores e secretários de educação do interior e da capital. Durante o evento, o presidente do Sistema Famasul – Federação da Agricultura e Pecuária de MS, Mauricio Saito, falou da importância da educação para transformação social. “Semear com sabedoria e colher com paciência”, afirmou Saito, citando o célebre escritor, Augusto Cury.

“Investir nas crianças hoje para termos um futuro melhor amanhã. Mato Grosso do Sul é um dos estados que possuem menor evasão escolar no ensino fundamental”, salientou Saito, referindo-se ao desenvolvimento do programa Agrinho que, nesta edição, atenderá mais de 184 mil alunos, capacitando cerca de 8 mil professores.

O presidente da CNA – Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil, João Martins, o Agrinho é uma ferramenta para mudar o futuro do Brasil. “Temos que fazer de tudo para que esse programa seja aperfeiçoado e assim vermos a mudança das famílias por intermédio das crianças”.  O secretário de Gestão Estratégica, Eduardo Riedel, classificou o projeto como gestor de transformação. “Temos que refletir os rumos que vamos tomar em nossa sociedade”.

Em homenagem ao dia internacional das mulheres, o presidente do Sistema Famasul, Mauricio Saito, fez uma entrega simbólica de rosas. O lançamento foi encerrado com o show do ganhador do programa The Voice Kids, Wagner Barreto.

Além das lideranças citadas, estiveram presentes no evento o secretário executivo do Senar Brasil, Daniel Carrara; a chefe de gabinete da CNA, Otília Goulart; o diretor executivo de Pesquisa e Desenvolvimento da Embrapa, Ladislau Martin Neto; o reitor da UFMS, Marcelo Turini e o secretário de Produção e Agricultura Familiar, Fernando Lamas.

Também prestigiaram a abertura, o vice-presidente do Sistema Famasul, Nilton Pickler, o diretor tesoureiro da Famasul, Luis Alberto Moraes Novaes, a diretora-secretária da Federação, Terezinha Candido, o diretor executivo, Lucas Galvan e o superintendente do Senar/MS, Rogério Beretta, além de outros representantes do agro e políticos.

O foco do programa é desenvolver os Temas Transversais propostos nos PCN – Parâmetros Curriculares Nacionais estabelecidos pelo Ministério da Educação: Ética, Pluralidade Cultural, Meio Ambiente, Trabalho e Consumo, Saúde, Orientação Sexual e Temas Locais, com foco na sustentabilidade, valores e conexão campo cidade.

A iniciativa do Sistema Famasul e Senar/MS conta com a parceria do Governo do Estado por meio das Secretarias de Estado de Educação SED, SEMADE – Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Econômico, SEPAF – Secretaria de Estado de Produção e Agricultura Familiar e da FCMS – Fundação de Cultura, além das prefeituras por intermédio das secretarias municipais de educação.

Fonte: Assessoria de Imprensa Sistema Famasul – Ana Brito