05Mai
2017

Premiação regional do Agrinho é marcada pela emoção e alegria em Ribas do Rio Pardo

Crianças do município comemoraram os resultados de 2016

Emoção, alegria e motivação. Estes foram os sentimentos que marcaram a premiação regional do Agrinho em Ribas do Rio Pardo. Com a presença de mais de 60 pessoas, o evento foi realizado na sede do sindicato rural do município, nesta sexta-feira (05), com a presença de lideranças rurais e políticas da região, além de professores e alunos das escolas participantes.

“Parabenizo os alunos que receberam o prêmio por terem participado do concurso Agrinho 2016. Agradeço a todos os alunos que se envolveram no projeto que é o de maior responsabilidade social do Senar/MS – Serviço de Aprendizagem Rural. Além disso, agradeço também o trabalho dos professores que, quando aderem, implementam o conteúdo em sala de aula”, destacou o superintendente do Senar/MS, Rogério Beretta, que agradeceu também os diretores, secretários de educação e o prefeito.

Para o secretário municipal, Douglas Souza da Silva, o Agrinho é um agente transformador. “Os alunos desenvolveram muito. Eu vi, por exemplo, aulas de aproveitamento dos resíduos que sobram em casa para cultivo de hortaliças. Observamos mudanças nos alunos. Só o fato do aluno ser consciente em relação à apresentação ao meio ambiente, já vemos uma grande mudança. Ribas, assim como as outras cidades do Estado, está abraçando o programa”.

O presidente do Sindicato Rural de Ribas do Rio Pardo, Robson Velos Ribeiro, aposta no programa para o crescimento social do município. “É muito prazeroso ver esse auditório lotado. Estamos empolgados com este programa porque desenvolvem na criança a consciência ambiental.  O sindicato tem como função básica a representação do produtor, mas nunca deixamos de lado essa questão social. Agoira eu quero ver o dobro da participação”, salientou. O sindicato entregou tablet’s para os primeiros colocados do concurso.

Para a diretora-secretária do Sistema Famasul e coordenadora do Senar/MS, Terezinha Candido, a participação da diretoria mostra o envolvimento com o programa. “É uma história bonita para contarmos na premiação em 2017. A força do sindicato no Agrinho, esta entrega, é o diferencial e mostra que eles acreditam na educação para o desenvolvimento da sociedade”.

A campeã, Sabrina da Silva Martinez, da Escola Estadual João Pires de Arruda, comemorou a premiação: “Eu gostei muito, aprendi e foi divertido. Aprendi sobre o campo, sobre agricultura. Eu participei na categoria redação e ganhei o primeiro lugar. Eu não esperava e valeu a pena”.

Fonte: Assessoria de Imprensa Sistema Famasul – Ana Brito e Rodrigo Corrêa