25Ago
2017

Senar/MS amplia o número de premiações no Concurso Agrinho de 2017

O Senar/MS lançou a edição 2017 do Concurso Agrinho. A iniciativa que reconhece as melhores práticas educacionais e o envolvimento da comunidade escolar em que o programa é aplicado, além de desenhos e redações dos alunos participantes, tem uma novidade: o número de estudantes que serão premiados aumentou de três para cinco em cada categoria.

A coordenadora pedagógica do Agrinho no estado, Elizete Nunes, explica que a ampliação acompanha a própria expansão do programa, que neste ano vai atender 184 mil alunos em 58 municípios, mobilizando mais de 8 mil professores.

“A premiação motiva professores que incluíram a iniciativa no seu planejamento de aula, estimula coordenadores, diretores e, principalmente, os alunos, que passam a conhecer diferentes temas”, comenta.

O superintendente do Senar/MS, Lucas Galvan, diz que o concurso é uma disputa saudável e envolve a comunidade escolar. “O concurso resume e reflete tudo que foi aplicado em sala de aula, através da proposta pedagógica do programa alinhada à dedicação dos professores, que provocam debates, permitem novas dinâmicas, possibilitam a realização de atividades criativas e originais, que são válidas para fortalecer o programa que tem grande responsabilidade social”.

Caberá às escolas a seleção dos trabalhos que vão representá-las no concurso. Os trabalhos  deverão ser enviadas ao Senar/MS, entre 1º e 11 de setembro. Nas categorias desenho e redação, os prêmios vão de uma bicicleta até um notebook para os alunos e R$ 500 para os professores. Na categoria da experiência pedagógica, vão de R$ 1 mil a R$ 8 mil para os professores e de R$ 500 a R$ 1 mil para os coordenadores; e na escola Agrinho de R$ 800 a uma lousa digital para os colégios e de R$ 1 mil a R$ 4 mil para os coordenadores. O site do programa: www.agrinhoms.com.br.

Fonte: Assessoria de Comunicação – Sistema Famasul